Seja um Seguidor deste Blog

Me adicionem no Linkedin

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Líderes complicados

A humildade exprime uma das raras certezas de que estou certo: a de que ninguém é superior a ninguém. 
Paulo Freire




Quantas vezes vemos bons profissionais (enquanto executantes de tarefas e enquanto comandados), ao serem promovidos a funções de liderança acabaram tornando-se líderes complicados. 

Muitas dessas pessoas até que obtêm algum sucesso, pois costumam entregar resultados, no entanto, com o tempo acabam mostrando o seu lado real.


Líderes complicados existem um muitas organizações e podem apresentar algumas das características que destaco abaixo:


1- São os donos da verdade. Apesar se simularem a prática da democracia, na realidade eles dão sempre a última palavra.
2- Nunca formam sucessores e vão buscar no mercado a maioria de seus principais colaboradores.
3- São mais temidos do que respeitados.
4- Não hesitam em apresentar o trabalho da equipe como se fosse obra exclusiva sua.
5- Não se colocam no lugar do outro e são indiferentes a como os componentes de seu grupo estão se sentindo.
6- Não reconhecem méritos.  
7- Não incentivam a cooperação entre os membros da equipe.
8- São centralizadores e se preocupam em controlar tudo que os funcionários fazem.
9- Não dão feed back à equipe.
10- Não compartilham informações. Divulgam mais informações para pressionar os funcionários do que para informar.
11- Ao se tornarem líderes passam a se julgar superiores aos demais.
12- Nas reuniões não são questionados, pois seus colaboradores sabem que ele não gosta de ser contrariado.

Lógico que ninguém é perfeito, todos escorregam em uma ou outra ocasião, mas devemos estar atentos e conscientes de que a melhor forma de ser um bom líder é ouvindo, respeitando e contribuindo para os colaboradores crescerem. 






Arquivo do blog