Seja um Seguidor deste Blog

Me adicionem no Linkedin

terça-feira, 7 de abril de 2020

Gestão através do DRE / Management through P&L

O DRE é um dos, Demonstrativos Contábeis mais importantes que em muito contribui com Gestão dos Negócios, nele são Demonstrados: Receitas, Custos e Despesas, os quais resultarão no Lucro ou Prejuízo da empresa.



Em Inglês o termo para DRE é P&L, que significa Profit & Loss ( Lucros e Perdas ).

Empresa que possuem varias divisões costumam preparar um DRE para cada divisão.  

Gestores das divisões em muitas empresas são os responsáveis pelo P&L de seus negócios, e a capacidade de gestão de cada está diretamente ligado às suas capacidades de entregarem os Resultados Previstos no DRE.

Valores previstos são planejados mês a mês, conta por conta e são demonstrados por DRE´s tal qual ocorre com os números reais registrados.

Uma boa Controladoria deve reportar o DRE mensalmente logo nos primeiros dias úteis de cada mês encerrado, e os valores reais devem ser mostrados comprativamente com valores orçados.

DRE é Resultado apurado pela contabilidade com o confronto das receitas de vendas com os custos dos produto e serviços que são vendidos, deduzindo também as despesas e eventuais perdas. 

O DRE deve observar  o Princípio da Competência.

Princípio da competência.


Significa que Receitas e as Despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrerem(*), independentemente de recebimento ou pagamento.

Profissionais não contadores podem ter dificuldade para compreender inicialmente o princípio da competência. Daí a grande importância de compreender este princípio da competência,

Considerar o fato gerador da receita ou da despesa, independentemente de seu recebimento ou pagamento, reconhecendo todos os fatos que estejam afetando o efetivo resultado ou desempenho empresarial no momento em que eles ocorrem.

(*) Algumas despesas custos  devem ser consideradas mesmo sem ter Notas
Fiscais ou outros comprovantes em mãos. Exemplo: Fretes, Pagamentos a Representantes de vendas, etc.

Tanto pela legislação societária brasileira (Lei das S/A) quanto pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC. O art. 187 da legislação societária brasileira (Lei das S/A) estabelece que a
demonstração do resultado do exercício discriminará:

I – a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos
e os impostos;
II – a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços
vendidos e o lucro bruto;
III – as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as
despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
IV – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;
V – o resultado do exercício antes do IR e a provisão para o imposto;
VI – as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos
de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como
despesa;
VII – o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

Conforme CPC 26 - item 82, demonstração do resultado do período deve incluir as seguintes rubricas, obedecidas também as determinações legais:

a) receitas;
b) custo dos produtos, das mercadorias ou dos serviços vendidos;
c) lucro bruto;
d) despesas c/ vendas, gerais, administrativas. e despesas e receitas operacionais;
e) parcela dos resultados de empresas investidas, reconhecida por meio do
método de equivalência patrimonial;
f) resultado antes das receitas e despesas financeiras;
g) despesas e receitas financeiras;
h) resultado antes dos tributos sobre o lucro;
i) despesa com tributos sobre o lucro;
j) resultado líquido das operações continuadas;
k) valor líquido dos seguintes itens:
i) resultado líquido após tributos das operações descontinuadas;
ii) resultado após os tributos, decorrente da mensuração ao valor justo menos despesas de venda ou na baixa dos ativos ou do grupo de ativos à disposição para venda que constituem a unidade operacional descontinuada.
l) resultado líquido do período.

Para fins gerenciais podemos colocar outras informações financeiras e até não financeiras no DRE.

Em seguido  deixo diversos links abaixo como complemento a esta postagem sobre o DRE. Vejam todos os links conforme segue:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curso Virtual de Controladoria Estratégica - Conteúdo por Ordem Alfabética

CONTEÚDO DO CURSO DE CONTROLADORIA ESTRATÉGICA 

Arquivo do blog