SIGAM ESTE BLOG

domingo, 3 de janeiro de 2010

PROJEÇÕES GERAIS FECOMERCIO 2010 PARA PIB, IPCA E CÂMBIO

Abaixo destaco reliese da FECOMERCIO, particularmente acredito num crescimento de PIB superior a 5%, podendo superar 6%, isso se não ocorrerem acontecimentos internacionais que remetam a novo agravamento da crise mundial que ainda não está resolvida.

Dentro de três cenários possíveis (provável, otimista e pessimista), a Fecomercio analisa alguns indicadores da economia brasileira, acreditando que o ano de 2010 será bastante positivo:

Produto Interno Bruto (PIB)

A projeção provável para a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) está entre 4,5% e 5%. No cenário otimista a perspectiva de aumento é de 6% e o pessimista de 3,5%.

A assessoria econômica da Fecomercio explica que há elementos para acreditar na expectativa de crescimento provável (entre 4,5% e 5%). Em primeiro lugar porque o País está crescendo a taxas maiores do que a média do ano de 2009. Em segundo, porque indicadores apontam para a manutenção do consumo e retomada do crescimento mais robusto do volume de crédito, portanto haverá estímulo para que a oferta se prepare para um futuro promissor.

Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)

O cenário provável é de que a inflação fique em 4,5%. Os mais otimistas acreditam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) será de 4% e os pessimistas, 5,5%.

Segundo os analistas da Fecomercio, o cenário provável é o que tem 90% de chance de acontecer, já que o Banco Central tem se esforçado para manter a inflação dentro da meta. "Assim como o otimista, o quadro pessimista ocorre de um fato extraordinário, mas negativo, como, por exemplo, uma explosão do preço do petróleo ou uma guerra, fatos que o Banco Central não consegue resolver sozinho."

Câmbio

A expectativa mais provável é que a taxa de câmbio (valor do Real em relação ao Dólar) termine 2010 em R$ 1,80. A mais otimista é de R$ 1,75 e, a pessimista, de R$ 2,20.

Sobre a Fecomercio

A Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Representa 152 sindicatos patronais, que abrangem cerca de 600 mil empresas e respondem por 11% do PIB paulista - cerca de 4% do PIB brasileiro - gerando em torno de cinco milhões de empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

getsitecontrol

Loja Virtual de Moda Fitness

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...