CONSULTORIA EM CONTROLADORIA e CUSTOS

CONSULTORIA EM CONTROLADORIA e CUSTOS
Melhore a sua empresa em 2021

Seja um Seguidor deste Blog

Me adicionem no Linkedin

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Entendendo o que é Capital Asset Pricing Model - CAPM

De acordo com o item 11 do CPC 01 Redução ao Valor Recuperável de Ativos o Capital Asset Pricing Model  - CAPM poderá ser usado para estimar a taxa de desconto para trazer a valor presente Fluxos de Caixas Líquidos.

http://www.cpc.org.br/CPC/Documentos-Emitidos/Pronunciamentos/Pronunciamento?Id=2

Vejam o trecho do CPC 01:

11. Quando uma taxa não estiver diretamente disponível no mercado, a entidade deverá estimar a taxa de desconto considerando o valor temporal do dinheiro para os períodos até ao fim da vida útil do ativo e os riscos de os fluxos de caixa futuros diferirem em termos de valores e período das estimativas. Como ponto de partida, a entidade poderá considerar as seguintes taxas:

(a) o custo médio ponderado de capital da entidade determinado pelo uso de técnicas específicas, tal como o Capital Asset Pricing Model; e 

(b) a taxa de empréstimos obtidos pela entidade.


A seguir destaco postagem sobre o CAPM que é uma tradução livre da excelente ´postagem:

https://financeformulas.net/Capital-Asset-Pricing-Model.html#:~:text=The%20formula%20for%20the%20capital,and%20the%20risk%20free%20rate.

Modelo de precificação de ativos de capital (CAPM)


Calculadora CAPM (clique aqui ou role para baixo)


                            CLIQUE NA FIGURA PARA SABER MAIS


Fórmula CAPM


O modelo de precificação de ativos de capital fornece uma fórmula que calcula o retorno esperado de um título com base em seu nível de risco. A fórmula para o modelo de precificação de ativos de capital é a taxa livre de risco mais o beta vezes a diferença entre o retorno do mercado e a taxa livre de risco.
Risco e a fórmula do modelo de precificação de ativos de capital

Para entender o modelo de precificação de ativos de capital, deve haver uma compreensão do risco de um investimento. Os títulos individuais apresentam um risco de depreciação, que é uma perda de investimento para o investidor. Alguns títulos têm mais risco do que outros e, com risco adicional, o investidor espera obter um retorno mais alto do investimento. Por exemplo, suponha que um indivíduo tenha $ 100 e dois conhecidos gostariam de pegar os $ 100 emprestados e ambos estão oferecendo um retorno de 5% ($ 105) após 1 ano. A escolha óbvia seria emprestar para o indivíduo com maior probabilidade de pagar, ou seja, com menos risco de inadimplência. O mesmo conceito pode ser aplicado ao risco envolvido com títulos.


O risco envolvido na avaliação de uma determinada ação é contabilizado na fórmula do modelo de precificação de ativos de capital com beta. Especificamente em relação à fórmula do modelo de precificação de ativos de capital, o beta é a medida do risco envolvido no investimento em uma determinada ação em relação ao risco do mercado. O beta do mercado seria 1. Um título individual com beta de 1,5 seria proporcionalmente mais arriscado do que o mercado e, inversamente, um beta de 0,5 teria menos risco do que o mercado.
Taxa livre de risco na fórmula do modelo de precificação de ativos de capital

A taxa livre de risco seria a taxa esperada de um investimento que se presume não ter risco envolvido. Para os EUA, a taxa dos títulos do tesouro dos EUA é geralmente usada por ser de curto prazo e o colapso do título do tesouro seria, teoricamente, no mínimo, uma interrupção grande o suficiente para inibir o valor de aferição, ou, pior, seria um colapso de todo sistema monetário que depende de uma moeda fiduciária.

Prêmio de risco na fórmula do modelo de precificação de ativos de capital

A fórmula do modelo de precificação de ativos de capital pode ser dividida em dois componentes: a taxa livre de risco e o prêmio de risco do título específico.
Prêmio de risco na fórmula CAPM

O prêmio de risco é o beta vezes a diferença entre o retorno do mercado e um retorno sem risco. Na fórmula do modelo de precificação de ativos de capital, subtraindo o retorno do mercado de um retorno sem risco, o risco do mercado geral pode então ser determinado. Multiplicando o beta por esse risco do mercado, o risco da ação individual pode então ser determinado. Como afirmado anteriormente, o beta é o risco de um título individual em relação ao mercado. Um beta de 2 seria duas vezes mais arriscado do que o mercado. Na prática, risco é sinônimo de volatilidade. Uma ação com um beta maior do que o beta de mercado de 1 geralmente terá um aumento maior do que o mercado quando o mercado está em alta e terá uma queda maior do que o mercado quando o mercado estiver em baixa.

Fórmula do modelo alternativo de precificação de ativos de capital

CAPM com análise de regressão

Quando a análise de regressão é aplicada ao modelo de precificação de ativos de capital com base em retornos anteriores, a fórmula será mostrada como acima. Alfa é considerada a taxa livre de risco e épsilon é considerado o erro na regressão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário