Seja um Seguidor deste Blog

Me adicionem no Linkedin

sábado, 27 de junho de 2020

Problemas frequentes em Controladorias Fracas – De A a Z

Esta publicação foi destacada do eBook: O Livro de Ouro da Controladoria que é parte do material exclusivo para inscritos no Curso de Controladoria Estratégica.



Problemas frequentes em Controladorias Fracas – De A a Z

Muitas áreas de Controladoria são qualquer coisa menos uma Controladoria Eficaz.

Seguem alguns exemplos de A a Z:

 

A Empresa A.

 

Fecha cada mês pelo menos 20 dias depois dos meses encerrados, não raro acumula dois meses sem fechar. Reuniões para revisar os dados dos meses fechados não são feitas ou quando são, correm com grande defasagem de tempo. No máximo 10 dias após ser um mês fechado, os resultados deveriam estar disponíveis e analisados.

 

A Empresa B

 

Não sabe a diferença entre Regime de Competência e Regime de Caixa. Muitas notas são registradas com atraso no sistema. Algumas de propósito para melhorar o resultado, já outras atrasam mesmo. Provisões para adequar a contabilidade ao regime de competência nunca são feitas, exceto para as provisões trabalhistas obrigatórias.

 

A empresa C

 

Possui informações por Centro de Custo mas não divulga e nenhum gestor de centro de custos ou centro de responsabilidade recebe relatórios sobre os gastos de sua área.

 

A empresa D

 

Nunca fez um Planejamento e não tem nem ideia da diferença entre Budget e Forecast. Quando precisa fazer uma previsão faz uma regra de três sem levar em conta custos variáveis e fixos.

 

A empresa E

 

Tem péssima acurácia nos estoques e nem tem ações para buscar melhorias nessa área. A equipe do Almoxarifado é fraca e sem qualificação nem treinamentos suficientes. Itens serem consumidos e não baixados são frequentes.

 

A empresa F

 

Tem um bom Sistema Integrado mas não utiliza nem 20% das funcionalidades essenciais do sistema.

 

A empresa G

 

Precisaria de pelo menos 50 usuários no sistema integrado, mas só tem 20 para economizar. Por isso, as senhas são compartilhadas entre vários usuários.

 

A empresa H

 

Tem conta apenas em um único banco. Paga altas tarifas e vive entrando no saldo da Conta Garantida e pagando altos juros.

 

A empresa I

 

Vive com as reconciliações atrasadas. Diferenças não encontradas muitas vezes são “marteladas”.

 

A empresa J

 

Tem um monte de pendências nas contas a receber. Mas de vez em quando chega até a vender para clientes inadimplentes por pressão da área comercial.

 

A empresa K

 

Fez um inventário nos Ativos Fixos e encontrou enormes diferenças. Mas ajustou “tudinho” e irá distribuir os grandes ajustes em parcelas mensais para não prejudicar os resultados.

 

A empresa L

 

Possui muitas pendências de adiantamentos. A área possui poucos procedimentos que normalmente não são seguidos. Adiantamentos pendentes são cobrados por telefone e às vezes por escrito sem sucesso na regularização.

  

A empresa M

 

Tem uma área de PCP que vive fechando as ordens com requisições erradas ou mesmo faltando. Variações entre os consumos previstos e os realizados nas produções nunca são analisadas apesar de serem enormes.

 

A empresa N

 

Chega a faturar o que ainda não produziu. Dizem que precisam adiantar as Notas Fiscais por exigência dos Clientes.

 

A empresa O

 

Vive pagando multas por não cumprir prazos e outras condições contratuais o que afeta negativamente as margens e rentabilidade do negócio.

 

A empresa P

 

Não analisa nem controla os custos porque não possui profissionais qualificados nem nunca investiu em melhoria na área.

 

A empresa Q

 

Não controla a produtividade de sua produtiva. Aliás não tem nem ideia do que é OEE, KPI, BSC, etc.

 

A empresa R

 

Não tem política de Preços, nem de Crédito. Quem cuida desses itens é a área Comercial e o Controller acha que a Controladoria não deve se meter nesse assunto.

 

A empresa S

 

Tem diferenças enormes na conta de materiais em poder de terceiros. Não há um responsável designado para cuidar dos processos envolvidos nem procedimentos que assegurem um mínimo de qualidade nos controles devidos.

 

A empresa T

 

Vende uma parte de seus produtos com meia nota, sendo os outros 50% depositados diretamente em conta paralela.

 

A empresa U

 

Possui alguns fornecedores que fornecem sempre os mesmos produtos e serviços. Desconfia-se que existe favorecimento e pagamento de comissões. Mas nada é feito porque a Diretoria que cuida das Compras é poderosa e temida pela área financeira.

 

A empresa V

 

Tem uma gestão de Caixa razoável, mas os sócios vivem fazendo retiradas anormais que não podem ser postergadas, nem contestadas.

 

A empresa X

 

Possui muitos contratados. Por vezes empresas são contratadas e os contratos nem mesmo foram aprovados.

Não existem procedimentos para se efetuarem contratações e estudos e análises que devem preceder as contratações raramente são efetuados.

 

 

A empresa Y

 

Não mantem nenhum controle de Portaria. Mercadorias recebidas vão direto para a área do Recebimento e as Expedidas saem da expedição e não são checadas na Portaria. Um dos motivos é que se economiza em salários dos porteiros visto que seria necessário mais uma admissão para que a Portaria fizesse as checagens devidas.

 

A empresa W

 

Vive improvisando devido ao mal planejamento. Muitas vezes utiliza barras de aço maior diâmetro por falta dos tamanhos adequados. O excesso de material no diâmetro é desbastado no torno gerando desperdício de tempo e dinheiro.

 

A empresa Z

 

Tem um altíssimo índice de refugo. O motivo é a manutenção precária das máquinas da produção, falta de treinamentos e de um sistema de melhoria contínua.

 

CONCLUSÃO

 

Faltam letras no alfabeto para minimamente relatar os problemas encontrados nas empresas

Problemas frequentes em 

Controladorias Fracas – De A a Z

                INCONSISTÊNCIAS

                INCOERÊNCIAS

                INTERFERÊNCIAS

                INCOMPETÊNCIAS

 

O resultado é o que vemos por aí. Péssima gestão aliada a uma Controladoria Fraca.

Os maus resultados só não são maiores que as OPORTUNIDADES.

Essa é a boa notícia:

AS OPORTUNIDADES SÃO IMENSAS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curso Virtual de Controladoria Estratégica - Conteúdo por Ordem Alfabética

CONTEÚDO DO CURSO DE CONTROLADORIA ESTRATÉGICA 

Arquivo do blog