quinta-feira, 14 de junho de 2018

Apontamentos de Produção, Produtividade e Disponibilidade


Termos: 

Apontamentos de Produção, Produtividade,  Disponibilidade,
Fatores de Produção, Horas Máquina, Horas Homem,
Set Up, Gestão de Custos, Custo Benefício, TPM, Manutenção Preditiva, Automação, Indústria 4.0

Apontamentos de Produção, Produtividade e Disponibilidade 


Em empresas industriais a apuração dos custos depende muito dos apontamentos de produção.

Todavia se constata pouca atenção para essa importante etapa para a apuração dos custos.

Apontamentos de Produção servem não apenas para apuração de custos mas também são essenciais para o controle e apuração da produtividade na utilização dos fatores de produção. 

Como principais tipos de apontamentos de produção temos:

- Horas Máquinas e Horas Homem

Muitas  empresas se preocupam em apurar as horas homem e horas máquinas trabalhadas para itens produzidos. 
São apuradas as horas e custeadas, mas, em muitos casos, não há um controle efetivo em apurar quantas horas estavam realmente disponíveis por recurso. 
A comparação sistemática das horas efetivamente apontadas com as disponíveis formam um efetivo e contínuo sistema de medição de produtividade na utilização dos fatores de produção

Já vi casos de empresa admitindo operadores enquanto a produtividade apurada dos operadores era de cerca de 50%.  Bastaria aumentar a produtividade ao invés de admitir mais recursos.

Qualquer produtividade de mão de obra ou de equipamentos produtivos abaixo de 80 a 90% precisa ser profundamente investigada.

Além de controlar o tempo disponível em comparação com o tempo real trabalhado é importante controlar a produtividade. 

De nada adianta ter um aproveitamento alto da disponibilidade de um equipamento se o mesmo, por exemplo, tem a capacidade de produzir 100 peças por hora  e está produzindo 50. Por isso, principalmente para o fator "Maquinas" o tempo é apenas um entre os vários fatores que impactam na produtividade

Também é importante apontar diariamente tanto para horas homem como para horas máquina o tempo total disponível  incluindo tempos produtivo ( set up e operação ) e todas as perdas ocorridas.. Costumo atribuir códigos para horas  improdutivas e apontar tais horas. Desta forma se a disponibilidade de um trabalhador é de 7 horas, no final do dia essas 7 horas devem ser apontadas.

Quando implanto esse tipo de controle é comum observar situações como a abaixo :

Disponibilidade ( 10 homens / 7 horas cada = Total = 70 horas / homem disponíveis )

Horas Produtivas ( Set Uo + Operação ) = 30 horas
Paradas aguardando serviço ou resolvendo questões diversas = 20 horas
Paradas por Manutenção                                = 12 horas
Outras Paradas não Produtivas                       =  8 Horas

Total                                                               = 70 horas

Produtividade Hora /Homem = 30 / 70 = 43%

É comum encontrar esse tipo de produtividade baixa mesmo em empresas que estão com altos volumes de trabalho em atraso. Isso não ocorre somente em empresas nacionais mas também em empresas multinacionais renomadas. 

Na realidade o que se observa é que poucas empresas controlam de fato o que deveriam.

Também encontramos com frequência vários problemas por trás de empresas com baixa produtividade:

- Falta de conhecimento com regras ditadas por pessoas sem preparo
- Time para Controle de Produtividade e Gestão de Custos insuficiente ou despreparado
- Sistemas sub utilizados ou funções de Gestão de Custos delegadas à pessoas de outras áreas.
- Auto controle. Áreas que devem ser controladas, controlando a si próprias.
- Falta de avaliação de custo benefício e análises numéricas muito bem executadas.

No tocante a horas máquinas o cenário e ainda mais complexo. Muitos fatores podem provocar perda de rentabilidade. Sistemas avançados de Manutenção incluindo TPM, Manutenção Preditiva, Automação, Qualidade e até aspectos modernos relacionados à Industria 4.0 podem em muito elevar produtividade e reduzir substancialmente custos e espaços para perdas.


Ariovaldo Lopes 
arilopes@alphapremiumconsultoria.com.br
(11) 97227.7471



Nenhum comentário:

Postar um comentário