SIGAM ESTE BLOG

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Gestão Financeira do Capital de Giro / Working Capital Financial Management

Working Capital é um termo em inglês que significa em português CAPITAL de GIRO.


A gestão do capital de giro é fator determinante para o sucesso ou fracasso de muitas empresas.
Tanto em pequenos, médios ou grandes negócios, estejam elas em estagio de início ou já na maturidade das operações, o foco para a gestão financeira do working capital é essencial.

Tenho presenciado uma quantidade enorme de casos de empresas que sofrem problemas devido ao desequilíbrio do working capital. Entre os maiores problemas no desequilíbrio do working capital podemos citar:

- deterioração da rentabilidade devido aos altos juros financeiros pagos;
- falta de capacidade para promover investimentos necessários;
- incapacidade de honrar dívidas implicando em insolvência podendo chegar a concordata ou até falência.

Mas, mais importante do que os efeitos de problemas na gestão do capital de giro e saber quais são as causas desses problemas e atuar de forma preventiva e eficaz. Isso requer ter uma gestão de caixa impecável, com um fluxo de caixa muito bem elaborado.

Entre as muitas ações para ter um boa gestão do capital de giro destacam-se:


- Não deixar que a área comercial possa usar condições de pagamento como elemento de negociação de vendas. As condições de pagamentos das vendas precisam estar sobre controle da área financeira. Elas devem estar compatibilizadas com o prazo de pagamento dos fornecedores. Conhecemos alguns grandes grupos que tem uma capacidade extraordinária de impor prazos de pagamento impraticáveis aos fornecedores. Prazos razoáveis podem ser negociados nos primeiros pedidos, mas à medida que os negócios vão evoluindo a pressão por prazos maiores de pagamento da vendas ocorre sistematicamente. Alguns pedidos chegam a ser fechados com prazos de pagamento de 120 dias ou mais. É importante que as empresas não se iludam com grandes volumes de compras de clientes que possuem grande capacidade de imporem suas condições.

- Não comprar com prazos de pagamentos muito reduzidos e incompatíveis com o prazo de vendas. No entanto em alguns setores o poder dos grandes grupos falam mais alto e as compras somente são disponibilizadas com prazos de pagamento reduzidos.

- Na impossibilidade de compatibilizar prazos de recebimento das vendas com os prazos de pagamento das compras, deve-se embutir nos preços de venda o custo financeiro referente ao capital de giro de terceiros que será necessário ao negocio. Notamos que em alguns setores existe uma guerra de preços e grande dificuldade de repasse de custos financeiros, o que leva a uma composição perigosa que com frequência está por trás do desequilíbrio financeiro.

Mas prazos de recebimentos e pagamentos são apenas dois dos mais importantes elementos do capital de giro. Diversos outros elementos também requerem um gestão competente. Alguns exemplos são:

- Compatibilização dos investimentos com o caixa da empresa. Conheço caso de empresa com capital de giro razoável que quebrou por decidir investir além de sua capacidade de geração de caixa. No caso as empresas podem buscar linhas de crédito a baixo juros com pagamento de longo prazo. Esse tipo de crédito requer das empresas excelente perfil financeiro com bom histórico de pagamentos ao governo, empresas e funcionários ( ficha limpa ).
- Boa gestão dos estoques que devem ser mantidos em níveis adequados.
- Boa gestão do contas a receber. É preciso vender bem, mas é mais importante ainda receber bem. Uma política de crédito eficaz e rapidez na cobrança das contas a receber em atraso são essenciais.
- Um bom sistema de controle interno mantendo estrito controle sobre adiantamentos, despesas, margens, e muitos outros elementos.

Uma das maiores fontes de problema para o Working Capital é o desequilíbrio na importância que é dada às diversas áreas das empresas, o que ocorre onde áreas como Vendas e Marketing prevalecem, ficando as demais áreas relegadas a segundo plano. Isso configura uma acentuada miopia de gestão, visto que as diversas áreas das empresas são igualmente importantes e se a área financeira não estiver no mesmo nível das demais áreas estará configurada uma forte condição para o descontrole do capital de giro.


Por outro lado, algumas empresas até que possuem um discurso de foco sobre indicadores financeiros, no entanto na prática vendas e marketing continuam dando a última palavra, e não raro atropelando a área financeira que pouco pode fazer, principalmente se não tiver na gestão dessa área profissional experiente, qualificado e no controle da área financeira.

Vale ressaltar que é muito comum  algumas empresas buscarem ajuda depois que os problemas são quase que irreversíveis, por isso é recomendável obter uma avaliação presente sobre potenciais dificuldades futuras, ou simplesmente para assegurar qualidade e melhoria continua na gestão financeira do capital de giro



Vejam também:

Working Capital - Bom gerencialmente essencial. Mau gerenciamento fatal


http://apremiumconsultoria.com.br  - Treinamentos, Palestras e Consultorias sob medida para o seu negócio


arilopes@folha.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loja Virtual de Moda Fitness

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...