SIGAM ESTE BLOG

domingo, 6 de abril de 2014

Vendedor próprio ou Representante autônomo? Qual é a melhor alternativa?


Muitas empresas fazem uma verdadeira "lambança" com a configuração de sua força de vendas.

Empresas precisam saber que representantes não são vendedores e vice versa.

Existe uma legislação própria a ser obedecida no caso de contratação de representantes.

Representantes precisam ser registrados no CORE e no caso de serem demitidos ou de perderem parte de suas regiões de atuação precisam ser indenizados.

Representantes não podem ser tratados como funcionários, caso contrário a empresa corre o risco de ter que pagar direitos trabalhistas como os que se paga para funcionários registrados conforme CLT.

Havendo uma das condições seguintes poderá estar configurado vínculo trabalhista: subordinação, habitualidade e local fixo de trabalho.

Algumas empresas trabalham exclusivamente com representantes, outras exclusivamente com vendedores, e outras com um sistema misto.

Algumas empresas contratam ex funcionários como representantes e por vezes até os recontrata como funcionários novamente.

Já vi empresa representante ocupando posição de gerente de vendas.

Por outro lado, dependendo do objetivo representantes podem trazer resultados mais rápidos, mas vendedores podem propiciar maior foco e melhor atendimento aos clientes.

Trabalhando em algumas multinacionais era costume possuir uma força própria de vendedores, e para regiões mais distantes e maiores contratavam-se representantes,

Em multinacional onde trabalhei recentemente um representante tinha uma causa praticamente ganha contra a empresa, no valor de cerca de 4 milhões de reais.

Vejo com frequência empresas tratando representantes como vendedores e praticando irregularidades em seus contratos. Tais práticas podem submeter a empresas a enormes riscos e potenciais contingências.

Mas apesar de tudo algumas vantagens são obtidas com o trabalho dos representantes, como por exemplo:

- Resultados mais rápidos no caso de possuírem uma carteira de clientes;
- Maior capacidade de cobertura e atendimento, principalmente quando se trata de empresas com diversos funcionários.

No entanto as desvantagens são enormes e dentre elas os riscos de processos e enormes contingências se destacam.

Por fim, é necessário sempre ter em mente que se a empresa optar por vendedores próprios, por representantes ou por um sistema misto, recomenda-se obter orientação jurídica competente e ter muito cuidado no dia a dia onde os contratos com vendedores e representantes serão executados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loja Virtual de Moda Fitness

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...