SIGAM ESTE BLOG

sábado, 22 de novembro de 2008

Quer ser mal atendido? Vá aos sábados a uma loja de celulares em algum shopping de São Paulo.



Precisei migrar um plano de celular pré para pós, e apenas consegui algum tempo no sábado. Me dirigi até o Shopping Tamboré e fui até uma loja Vivo.

 

Chegando na loja, vi uma multidão de pessoas aguardando. Nos balcões atendendo tinha umas 4 pessoas, mas tinha pelo menos uns 6 funcionários prestando informações, ou zanzando de um lado para o outro da loja.

 

Me informei, e tirei uma senha que era uns vinte números acima do número que estavam chamando. Como estava no shopping resolvi dar um passeio, tomar um café e praticar o lazer favorito de muitos paulistas, ou seja, olhar vitrines. Não entendo como algumas pessoas tiram a senha ficam 2, 3 horas ou mais esperando, se podem fazer outra coisa menos desagradável do que permanecer horas a fio aguardando pelo péssimo atendimento prestado por essas lojas de celulares.

 

Voltei depois de uma hora e meia, e cheguei até pensar que poderia ter passado a minha vez, mas felizmente faltavam uns 4 números para chegar a minha vez, como 4 atendentes estavam no balcão, pressupus que no máximo em 15 minutos me chamariam.

 

Ledo engano! Demorou uns 40 minutos para chegar a minha vez. Quando chegou a atendente quês estava visivelmente, cansada, estafada, mal humorada e outras coisas mais, me prestou algumas informações básicas.

 

Depois de todo um processo que não levou menos de 15 minutos, fui assinar o contrato e constatei que algumas coisas importantes não tinham sido informadas. Questionei, e imediatamente a atendente respondeu grosseiramente: Se o senhor não quiser não precisa assinar. Resolvi aceitar assim mesmo pois não teria tempo nem disposição para suportar outras maratonas de mal atendimento e longas esperas.

 

Paradoxal é o fato de que enquanto não conseguimos ficar 30 minutos em frente a TV sem ver esses comerciais caríssimos das empresas de celulares, que invariavelmente mostram o paraíso aos clientes, mas na realidade quando vamos em buscas dos paraísos prometidos o que realmente encontramos é o inferno.

 

Até quando o consumidor, que é quem sustenta e remunera muitíssimo bem essas empresas, continuará sendo desrespeitado? Até quando não sei, mas se cada um de nós passar a exercer os direitos constitucionais que tem como cidadão, certamente empresários, governo e as diversas outras estâncias da sociedade ficarão mais atentos, e esperamos passem a fazer a sua parte, que não fizeram até hoje.

 referência da imagem http://mobpop.blogtv.uol.com.br/2008/08/31/adultos-com-mais-de-30-anos-odeiam-celulares

 

Um comentário:

  1. Putz... isso realmente é uma porcaria. Ah se fosse comigo isso... eu tinha armado o maior barraco!! Rsrsrs. Pq mulher já é barraqueira por natureza, mas eu... eu não levo desaforo algum para casa!! Principalmente se vem de prestadores de serviço! Eu pediria o nome da bonitinha e ligaria na ouvidoria da Vivo com certeza! Infelizmente o brasileiro ainda tem medo de reclamar... e sabe por que? Pois ainda tem medo de empresas, de perderem o serviço ou de terem que pegar a fila novamente. Sinceramente, se é comigo, eu procuro outro lugar e deixo bem claro que é por causa do atendimento horrível do lugar! E depois ainda pinto um quadro pior ainda para todos meus conhecidos! A gente tem que perder o medo, e entender que sem nós, clientes, uma empresa não é absolutamente nada!

    ResponderExcluir

getsitecontrol

Loja Virtual de Moda Fitness

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...